segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Setembro

22

O ato que precede toda a fantasia, o mostrar calmo e esporádico de meses de trabalho.
As imagens, as palavras, a correria; o Tempo passando lentamente, escorregando pelos dedos e gotejando como a chuva que caía.
A noite banhada de encontros e desencontros. Um só pensar.

23

Eram os olhos de Vênus que brilhavam no horizonte. Ela e Dionísio planejaram isso desde a primeira troca de olhares, as primeiras palavras ditas, os primeiros sorrisos lançados.
Façamos os deuses felizes, então.

24

Desaniversário banhado de primavera.
Palavras trocadas, risadas sobre coisas estranhas. O frio passou lento pela pele clara, arrepiando cada pêlo e estimulando cada poro.
Era o frio que mantinha viva a mente.

25

Não era faz-de-conta, e o engano foi banal. Sempre pensei que era Outubro teu mês preferido... Ainda bem que errei.
O abraço dado foi apenas em pensamento; infelizmente estas coisas fazem parte da distância.

26

As palavras foram verdadeiras profecias - exatamente o que tinha dito aconteceu.
Falsamente, tenho tudo sob controle.

27

Ah, sim... O número é nove. Estranhas projeções de uma data mais estranha ainda.
A última vez que por lá estive também foi acompanhada. Não da mesma forma, não com o mesmo teor onírico.
Um início estranho para uma coisa que já tinha começado muito antes. Categórico.

28

O sono. O fechar lento dos olhos. E nada mais.

3 comentários:

jls disse...

25 Abraço dado em pensamento? Mas quem disse que não foi sentido? Ninguém!! Então por que lamentar?

26 É mais fácil acreditar que as coisas estão sobre controle, ou melhor,menos dramático...

27=9
Misteroso,enigmático...

Noah Black disse...

Setembro é um mês mágico. Não por mim, mas pelas coisas que acontecem nele: o término do inverno, o começo da primavera, e mesmo que seja só no finalzinho, é sentindo desde o dia primeiro. E mesmo que não seja para mim, senti seu abraço ;D

F. Reis disse...

lindo lindo lindo.... e DE NOVO, tão parecido comigo...

o meu foi dia 26 (níver), pode?

sempre muito bom te ler, querida. Muito mesmo.


=***