quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Estática


É como um veneno, não é? Corrói, machuca e só faz mal. Essa tua impaciência não foi a causadora das nossas dores; nem ela nem qualquer outro motivo besta que a gente pôde criar. Foi a decepção que nos deixou assim: frágeis e desacreditados.

Seria melhor ter fechado os olhos e contado até cem: sem você, sem amor, sem “nós”. Teria sido mais fácil, mais rápido e menos doloroso.

Não, não é mágoa, baby. Nunca vai ser, pra ser sincera. É só que eu quero ficar em silêncio agora, esperando tudo passar.

3 comentários:

F. Reis disse...

seriously, ovu colocar um link pro teu blog no meu e simplesmente parar de escrever! vc tem me explicado tão melhor (e mais concisamente) que eu mesma.

já inventaram em algum lugar um "esquecedor", Sam? Sério! Tipo brilho eterno de uma mente sem lembranças.... acho q é a 1a vez eu que falo "é, eu apagaria".

=/

beijo!

Noah Black disse...

não sei como você conseguiu, mas contar até sem, de fato, teria sido menos doloroso. Você é forte.

*.* Dessa *.* disse...

ô coração
nesse texto li tua alma..mas é como eu disse..o tempo dirá o que restará aos dois.

grande beijo e estou muito feliz por vc voltar a nos presentiar com estes textos maravilhosos