sexta-feira, 13 de junho de 2008

Amor em tempo

Têm cozido o teu cérebro com aquelas imagens vagas que eles dizem ser sobre amor.
Têm colocado na tua cabeça que amar é dar presentes, que tudo é possível com um MasterCard. O Real estampando o teu vestido novo, o brilho das moedas ofuscando o dos teus olhos.
E eles colocam rótulos. Amor selvagem, amor pueril, amor sacana. E os corpos nus se tornam a marca daquilo que não pode ser palpável. Mas os rótulos continuam a rolar, como se os corações fossem potes de geléia, assinados num canto, em letras minúsculas "Coma sem moderação".
O que entendem por amor? O que pensam sobre nós?

Disseram-me que palavras não curam, e que uma presença não pode resgatar felicidade. Apontaram para mim enquanto riam dos meus delírios; riram da minha fé cega diante dos fatos. Pensaram, todos eles, que estavam apontando erros, barganhando minha face corada. Pensaram eles, que eu corava por vergonha, sem perceber que era num estado de torpor efusivo que eu me encontrava.
Suspirei e me penalizei daquelas pobres almas que nada entendiam sobre o sentido de amar.

3 comentários:

*.* Dessa *.* disse...

em tempo, vc é a que mais sabe amar

Bruna disse...

as pessoas acham que entendem perfeitamente o que acontece com as outras, vendo sinais onde nao ha sinais. Como as pessoas sao xeretas!!!
- huiahuahuiahuiahua -
mas todos sabem amar ^^
beijos

Rodrigo disse...

bah eu nem vi q tu tinha respondido,esqueci de coloca aquele aviso por email,
e quase naum liguei o pc em casa essa semana

bom,pelo menos naum foi soh por sono ou cansa�o,
quinta feira eu fui ve a orquestra da ucs,admito q achei q ia se muito chato,mais eu tava errado e ateh q foi bom
=)

naum sei se tu ja foi alguma vez,ou se ja penso em i?

ahuhuhauhuahu
eu ja tava desistindo,mais sou incuravel
xD
uhauhauhauahuaha

to tentando escreve de outro jeito,naum sei se tah dando certo,sera q um dia eu chego lah?
ahuahuaha

thank you very much
=D

beijo
=**
boa semana