quarta-feira, 25 de junho de 2008

Poesia estática

O teu silêncio me incomoda. As palavras que você não diz, as vontades que você não se esforça em me mostrar. A tua falta de palavras é mais carregada de significados do que qualquer coisa que você possa me dizer.
E tudo sempre me pareceu confuso e irreal quando meus olhos batiam nos teus; duas bolas de tons que até hoje eu não consigo descrever. Verde, havana, azul...
Não importa muito agora. Só lembro que quando eu via essas cores, era o silêncio que me rodeava.

4 comentários:

*.* Dessa *.* disse...

as vezes o silencio tem muito mais a dizer.....

Kassandra Viana disse...

Pois é... Mesmo que o silêncio tenha muito mais a dizer, é difíl e arriscado imaginar o que ele realmente quer dizer... Não gosto quando o silêncio fala, não sei entender o silêncio, para mim ele sempre me julga e me desaprova... Prefiro palavras, risos, choros, músicas...

Beijos!!!

laís D'Andréa disse...

O silêncio também me incomoda profundamente. Há muito tempo, eu fiz um texto falando sobre isso, sobre como o silêncio é usado como forma de proteção. Tem algo em mim que não tá certo? Tem algo que eu não quero te dizer por falta de coragem? Eu fico em silêncio e nós seguimos. Pode ser também um sinal de indiferença. Eu gosto do silêncio solitário, aquele que nos acalma e ajuda a colocar as coisas no lugar. Mas não gosto do silêncio alheio, repleto de significados que eu, assim como a Kassandra, não consigo entender.

Rodrigo disse...

bah nem responde mais
=(

foi alguma coisa q eu disse?

sorte tua eu releva
xD
uahuahuahuahuaau

beijo
=*